sábado, 5 de dezembro de 2015

Fotógrafo enfrenta temperaturas negativas para fazer cliques impressionantes de paisagens geladas

Fotógrafo enfrenta temperaturas negativas para fazer cliques impressionantes de paisagens geladas

Divulgação
Divulgação
Cavernas de gelo, lagos congelados, icebergs com formas esculturais. Não há como negar que todos esses elementos naturais possuem uma beleza única. Mas poucos têm coragem de enfrentar as temperaturas (muito) abaixo de zero dos lugares onde essas paisagens estonteantes podem ser vistas para conferir tudo isso de perto. O fotógrafo alemão Tim Vollmer decidiu encarar o frio da Islândia e da Groenlândia em prol da arte e fez cliques que retratam as paisagens de algumas das geleiras mais bonitas do mundo. “Em nenhum outro lugar do globo você encontra tantas maravilhas naturais em uma área tão pequena. É um paraíso para qualquer fotógrafo”, diz ele.
Conforme a água muda de estado físico, as imagens adquirem tons diferentes que variam entre branco e o azul. Vollmer trabalhou estratégicamente com estas transformações para criar um efeito de contraste nas imagens. “A paisagem é dominada por grandes vistas abertas, geleiras, montanhas, atividades geotérmicas e muitas cachoeiras. Durante o verão, milhões de aves vêm à Islândia para procriar”, conta o profissional. “A parte mais importante da minha jornada fotográfica é a possibilidade de trabalhar e viver na Islândia”, afirma.
Divulgação
O fotógrafo alemão Tim Vollmer fotografa cenas lindas nas gelerias da Isândia e da Groenlândia
Divulgação
Para ele, vale a pena enfrentar as baixas temperaturas, se o objetivo é fazer registros como este
Divulgação
Ele explora os diferentes estados físicos da água para obter tons de azul e branco nas imagens
Divulgação
“É um paraíso para qualquer fotógrafo”, diz Vollmer

Nenhum comentário:

Postar um comentário