segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Artigo - Hidrogênio é produzido a partir de liga de alumínio e água


Hidrogênio é produzido a partir de liga de alumínio e água
Engenheiros da Universidade Purdue, Estados Unidos, desenvolveram uma técnica que utiliza uma liga de alumínio para extrair hidrogênio da água. O hidrogênio pode então ser utilizado para abastecer células a combustível e até mesmo motores de combustão, em substituição à gasolina.
O método elimina a necessidade de se armazenar e transportar o gás - dois grandes desafios no caminho da criação da economia do hidrogênio, quando se espera que a economia poderá deixar de lado os combustíveis fósseis e queimar hidrogênio, que produz apenas água como sub-produto.
Extração de hidrogênio
"O hidrogênio é gerado sob demanda, de forma que você somente produz a quantidade que você necessita," diz o professor Jerry Woodall, inventor do novo processo de extração do hidrogênio.
O hidrogênio é produzido espontaneamente quando a água é adicionada a pedaços de uma liga de alumínio e gálio. "Quando a água é adicionada, o alumínio na liga sólida reage porque ele tem uma forte atração com o oxigênio da água," diz Woodall. A reação quebra a molécula de água - o oxigênio reage com o alumínio, gerando um óxido e o hidrogênio é liberado.
O gálio é um elemento crítico no processo porque ele impede a formação de uma camada de óxido na superfície da liga de alumínio, como acontece normalmente. Essa camada, que acaba por revestir o material, impedindo que o oxigênio da água continue reagindo com o alumínio, parando o processo de geração de hidrogênio.
Alumina
O gálio não é consumido no processo, agindo apenas como catalisador. Isso significa que ele pode ser reaproveitado continuamente. Este é um ponto importante na viabilização econômica da nova tecnologia, já que o gálio é um metal caro. Outra vantagem é que o gálio necessário não precisa ser de alta pureza, como aquele utilizado na indústria eletrônica.
Outro sub-produto do processo é a alumina, ou óxido de alumínio. A alumina é um material intermediário entre a bauxita - o minério de alumínio - e o alumínio puro. Isso significa que esse resíduo poderá ser facilmente reciclado pela própria indústria de alumínio.
O processo foi licenciado e será explorado pela empresa emergente AlGalCo LLC.

Nenhum comentário:

Postar um comentário